quarta-feira, 23 de maio de 2018

Em grande jogo Cruzeiro vence e se torna líder: 2x1

Cruzeiro 2 x 1 Racing - Toca III - Mineirão - 6ª rodada - Grupo 5 - Libertadores 2018
Thiago Neves abriu o placar e Lucas Silva garantiu a vitória com o 2º gol.
Jogão 
Foi um jogo muito bom, digno de Libertadores. Os dois times buscaram incansavelmente o gol. Não tiveram nenhum momento de tranquilidade era lá e cá o tempo todo. O Cruzeiro mais uma vez se classifica em 1º no grupo o que vai. teoricamente, lhe trazer facilidades de pegar um time inferior (como dissemos teoricamente) e decidir a classificação em casa. Por isso era tão importante fechar esta fase em 1º lugar. Deu tudo certo apesar das dificuldades que começaram exatamente contra este mesmo adversário, no 1º jogo do Cruzeiro nesta Libertadores, quando Fred aos 3 minutos de jogo se contundiu e teve que ser substituído. Devolvemos a derrota ao Racing para nos reabilitarmos e assim fechamos a fase como líderes do grupo. Valeu demais a luta dos Guerreiros Azuis.

O jogo
O Cruzeiro começou muito bem. Atacando muito e com boas tramas ofensivas abriu o placar logo aos 2 minutos da etapa incial Thiago Neves que recebeu uma bola que sobrou na área. O meia não deu bobeira e mandou no canto para fazer 1x0 Cruzeiro. Não demorou muito e aos 10 minutos Lucas Silva fez bela jogada se desvencilhando do seu marcador e chutando forte no canto para fazer 2x0. O Cruzeiro dominava a partida até por volta dos 20 minutos quando o Racing começou a reagir. Aos 27 fez seu único gol mas valorizou muito a vitória Celeste. O 2º tempo foi um jogo aberto, lá e cá. Arrascaeta que estava demais nesta noite perdeu um gol feito. Raniel e Sassá também tiveram muito perto do gol. O Racing também levou perigo mas bem menos que o Cruzeiro, nosso sistema defensivo estava muito bem postado e Fábio como sempre uma MURALHA AZUL INSTRANSPONÍVEL. 

Arrascaeta
O Cruzeiro talvez tenha alguma culpa por Arrascaeta não estar até hoje sendo considerado um craque. Ele precisa de acompanhamento. Faz excelentes jogadas, inteligentes e, que mostram que é detentor de muita habilidade mas, vez por outras parece um perna-de-pau. Noutras vezes parece desanimado, perde bolas fácilmente e desiste. Falta um tempero, maldade, falta de vez em quando um choque de 220V para que ele fique mais ligado. Qual é a do Arrascaeta? Ele já deveria estar muito além de onde chegou. Já deveria estar num patamar muito mais elevado, mas... falta algo! Talvez falte alguém que lhe oriente melhor qual o caminho deve trilhar. É um craque, mas tem hora que realmente parece um foguete molhado. Avante LA BESTIA.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 1 RACING
Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 22 de Maio de 2018, Terça-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Oscar Rojas
Gols: Thiago Neves, aos 2 minutos do primeiro tempo, Lucas Silva, aos 10 minutos do primeiro tempo (Cruzeiro); Centurion, aos 27 minutos do primeiro tempo (Racing)
Cartões: Barbieri, Solari, Lautaro Martinez, Gonzalez (Racing); Robinho, Léo, Lucas Romero (Cruzeiro)
CRUZEIRO – Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo, Egídio, Henrique, Lucas Silva, Thiago Neves (Rafael Sóbis), Arrascaeta, Robinho (Bruno Silva) e Sassá (Raniel).
Técnico: Mano Menezes.
RACING – Juan Musso, Pillud, Barbieri (Orban), Donatti, Alexis Soto, Diego González, Neri Cardozo (Mansilla), Augusto Solari (Zaracho), Ricardo Centurion, Lisandro Lopez, Lautaro Martinez.
Técnico: Eduardo Coudet.

sábado, 19 de maio de 2018

Com time RESERVA Cruzeiro perde no Estádio do América: 1x0

Atl.Mineiro (MG) 1 X 0 Cruzeiro - Estádio do América - 6ª rodada - Brasileirão 2018

Jogo morno
Ao contrário do que os incompetentes comentaristas da TV Paga (globo golpista) viram, o jogo foi morno. Talvez empolgados pela vitória miúda do time deles eles tenham visto um grande jogo. Na verdade o TIME RESERVA do Cruzeiro jogou de igual para igual com o time principal das Frangas, totalmente focado na vitória para apagar o vexame da eliminação pela Chapecoense na última quarta. Foram poucos lances de emoção, aliás, foi o Cruzeiro que foi mais intenso por mais tempo. No início da 2ª etapa a Raposa deu uma canseira na zaga dos preto e branco. Foi uma blitz. Por pouco não conseguimos o gol e, mesmo após ter ocorrido a expulsão. Também tivemos outros bons momentos. Infelizmente não havia uma finalização eficiente pra botar a bola na rede.

Perdeu pontos
O Cruzeiro perdeu pontos importantes num jogo que tinha tudo para ser tranquilo. Com a interferência clara do juiz numa expulsão totalmente injusta, o Time Azul se viu pressionado pela inferioridade numérica em campo e pela própria pressão do time da casa empurrado pela torcida rosa. Mancuello é o vilão da derrota não pela falta que foi expulso, não foi motivo de cartão, claramente, mas pela falta de mais cuidado, já que, já tinha um cartão. O cartão amarelo nesta falta foi uma nítida reação do juiz caseiro ao grito das rosinhas tanto em campo quanto na arquibancada. De qualquer forma Mancuello poderia ter evitado esta falta desnecessária no meio do campo que prejudicou o Maior de Minas.

O jogo
O Cruzeiro entrou com um time reserva em campo. De titular apenas o Fábio. Daria conta não fosse a expulsão injusta. Até a expulsão, apesar de que jogávamos no ESTÁDIO DO AMÉRICA, o Cruzeiro não se intimidava e conseguia boas jogadas. Com a expulsão as coisas ficaram mais difíceis mas mesmo assim conseguimos resistir até que saiu o gol delas. Depois ao caminhar da partida era nítido o cansaço dos reservas Azuis. Sem ritmo e sem um preparo mais consistente eles carregaram o jogo até o fim sem muito o que fazer. A derrota não vai atrapalhar os planos do Maior de Minas. O foco este ano parece ser mesmo a Libertadores, afinal ganhamos duas vezes seguidas há bem pouco tempo o Brasileirão.


FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 1 X 0 CRUZEIRO
Local: Estádio Independência, Belo Horizonte (MG)
Data: 19 de Maio de 2018, Sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliar: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Gols: Roger Guedes, aos 16 minutos do segundo tempo (Atlético)
Cartões: Emerson, Adilson, Elias (Atlético); Bruno Silva, Mancuello (2) (Cruzeiro)
Cartão vermelho: Mancuello (Cruzeiro)
ATLÉTICO–MG: Victor; Patric, Bremer, Gabriel e Fábio Santos; Adilson, Elias e Cazares; Luan, Roger Guedes e Ricardo Oliveira.
Técnico: Thiago Larghi
CRUZEIRO – Fábio, Ezequiel, Murilo, Manoel, Marcelo Hermes, Bruno Silva, Ariel Cabral, Mancuello, Robinho, Rafael Sóbis (Arrascaeta) e Raniel.
Técnico: Mano Menezes.

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Virada nos minutos finais no Paraná: 2x1

Atlético 1 x 2 Cruzeiro - Arena da Baixada - Jogo de Ida - Oitavas de final - Copa do Brasil 2018
Henrique empatou e Raniel virou o placar para o Cruzeiro.
De virada
Surpreendeu a Torcida Azul esta ótima vitória Celeste em Curitiba. Um jogo difícil de muita marcação acabou coroando o volante Henrique e dando um sopro de alegria ao atacante Raniel que fechou o placar determinando a vitória Celeste. Henrique fazia aniversário e com o gol, o 1º do Cruzeiro no jogo, empatou a partida e ainda viu sua alegria aumentar ao fim do jogo quando Raniel conseguiu virar o placar para o Cruzeiro. Assim a comemoração do volante foi COMPLETA.

O jogo
O Cruzeiro começou dominando completamente o Atlético em seu campo (literalmente). Nos primeiros 10 minutos então o jogo se desenrolou entre o meio campo e a intermediária de ataque do Cruzeiro. Só não conseguíamos entrar na área já que marcação era forte. Depois o Atlético deu uma melhorada e os times seguiram invertendo no predomínio das ações. Os dois times marcavam muito e ninguém dava espaço para ninguém, como é comum no futebol atual. Os goleiros não trabalharam muito. Fábio foi infeliz numa cobrança de falta e acabou perdendo sua invencibilidade num lance que normalmente ele não deixa passar. Só aos 34 do 2º tempo Henrique numa jogada semelhante conseguiu o empate. O chute de Henrique resvalou no beque do Furacão e entrou, no lance do gol do Atlético a bola quicou e enganou Fábio que ainda a tocou. O jogo seguia para o fim dando toda a pinta de que ficaria no empate quando Raniel num lance de esperteza venceu uma disputa com o zagueiro e mandou pras redes.

Destaques
Robinho só fez mesmo uma boa jogada. Deu um belo chute de fora da área e quase fez um golaço. Esta devendo ainda. T. Neves fez falta, ninguém conseguia acionar o atacante com uma bola caprichada. Sassá trombou o tempo todo com a zaga. Arrascaeta é inteligente e tem muita técnica mas vez por outra parece cansado, desanimado. É sempre uma incógnita pensar no que ele fará no jogo, nunca que ele consegue jogar muito em duas partidas seguidas. É jogador de lances. Nas laterais Egídio e Romero foram bem. Na zaga Dedé, apesar de um lance estabanado entre ele e Romero também foi bem. Léo também se destacou. No meio Lucas Silva foi seguro ao lado do aniversariante que abriu o placar para nós. Rafinha foi discreto, precisa voltar a se destacar como no início da temporada, mas é sempre um jogador útil, varia muito de posição o que confunde os defensores. Avante Celeste.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO- PR 1 X 2 CRUZEIRO – MG
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 16 de maio de 2018, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Cleberson do Nascimento Leite (PE)
Cartões amarelos :Bergson, Camacho (Atlético-PR); Egídio (Cruzeiro)
Gols
ATLÉTICO – PR: Carleto, aos 41 minutos do primeiro tempo
CRUZEIRO: Henrique, aos 34 minutos e Raniel, aos 47 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO- PR: Santos; Zé Ivaldo, Pavez e Thiago Heleno; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González (Bruno Guimarães) e Carleto; Rapahel Veiga (Matheus Anjos), Pablo e Bergson (Marcinho).
Técnico: Fernando Diniz
CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Robinho (Macuello), Rafinha e Arrascaeta (Rafael Sóbis); Sassá (Raniel).
Técnico: Mano Menezes

domingo, 13 de maio de 2018

Presente para as Mães Cruzeirenses, Cruzeiro vence: 2x0

 Cruzeiro 2 x 0 Sport - Mineirão Toca III - 5ª rodada - Brasileirão 2018
Dedé fez mais um gol e abriu o placar neste Domingo, passe de Arrascaeta que fez o outro gol do jogo.
Vitória 
O Cruzeiro conquistou mais uma vitória no Brasileirão 2018. Jogando em casa era como se diz, fez sua obrigação e não deixou a desejar. Venceu com tranquilidade o time pernambucano e não deu chances nem do Sport fazer um golzinho. Assim o Cruzeiro consegue o feito de 5 jogos sem tomar gols pela segunda vez na temporada. Sem Thiago Neves e com um time forte o Cruzeiro dominou a partida e assim somou mais 3 pontos e melhora sua posição na tabela.

O jogo
O Cruzeiro fez um bom jogo. Melhor ainda na 2ª etapa onde praticamente teve o domínio total das ações. Dedé aos 46 do 1º tempo aproveitou cruzamento na pequena área e marcou nosso 1º gol. Arrascaeta aos 10 da etapa final em jogada pessoal se desvencilhou dos beques e deu um belo chute no canto esquerdo do goleiro Magrão fechando o placar. O Sport ainda teve algumas chances no 1º tempo, mas no 2º sua marcação afrouxou e parecia que os jogadores se desanimaram.

Destaques
Fábio sem dúvidas um dos melhores goleiros do país segue sem levar gols. Dedé e Léo com certeza tem muita responsabilidade também nesta marca de 5 jogos sem que Fábio e/ou o Cruzeiro não sofrem gols. Sassá não conseguiu repetir suas boas atuações hoje, até fez um gol mas estava com um pé à frente do adversário e o gol foi anulado, aliás, o Cruzeiro teve outro gol anulado de Léo, neste era visível o impedimento. Lucas Romero e Egídio foram bem, apoiando o ataque e defendendo. No meio Henrique e Lucas Silva não tiveram dificuldades, dominaram o setor. Sem T. Neves coube a Robinho fazer o trabalho de armação, ao lado de Arrascaeta e Rafinha. Robinho foi o mais discreto deles. Arrascaeta foi o destaque maior do jogo, fez o lançamento perfeito para que Dedé ainda no 1º tempo abrisse o placar e o próprio Arrascaeta em boa jogada pessoal se desvencilhou dos beques e deu um belo chute no canto esquerdo do goleiro Magrão fazendo o 2º do Cruzeiro.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 0 SPORT
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 13 de maio de 2018, domingo
Horário: 11h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (RJ)
Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) e Luiz Claudio Regazone (RJ)
Cartões Amarelos: Sassá e Dedé (CRU); Ronaldo Alves, Gabriel e Sander (SPO)
Gols: Dedé, aos 46 do 1T, e Arrascaeta, aos 10 do 2T (CRU)
CRUZEIRO: Fábio; Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Rafinha (Rafael Sóbis), Robinho (Mancuello) e Arrascaeta; Sassá (Raniel).
Técnico: Mano Menezes
SPORT: Magrão; Cláudio Winck (Fabrício), Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo, Neto Moura (Everton Felipe), Fellipe Bastos, Gabriel (Carlos Henrique) e Marlone; Rogério.
Técnico: Claudinei Oliveira

segunda-feira, 7 de maio de 2018

Dedé marca e Cruzeiro vence 1x0

Cruzeiro 1 x 0 Botafogo - Toca III - 4ª rodada - Brasileirão 2018
Dedé de cabeça fez o gol da vitória e deu alegria a Torcida Celeste.
Enfim
Após 3 rodadas sem ao menos marcar um golzinho apenas, com 2 derrotas e um empate heróico, o Cruzeiro enfim teve o gostinho de vencer neste Brasileirão. Melhor ainda se o gol foi de Dedé que vem se destacando na temporada defendendo o Cruzeiro como nos seus melhores dias. Faltava, não falta mais, um gol do beque para coroar suas últimas apresentações e que bom que foi diante da Torcida Celeste. O gol tem muita importância pois nos deu a vitória e dá uma tranquilizada no torcedor e ao Time Azul, já que na posição incômoda em que se encontrava, qualquer tropeço poderia iniciar uma tempestade imprevisível no clube.

O jogo
O Cruzeiro dominou o time carioca durante todo o jogo. Foi dono das ações, muito embora o Botafogo tenha imposto uma grande dificuldade pois marcava muito bem e não conseguíamos concluir as muitas jogadas ofensivas que criávamos. Os goleiros trabalhavam muito pouco, quase nada. No 2º tempo a entrada de Raniel deu velocidade ao jogo. Tivemos então as melhores chances e não abrimos o marcador por pura falta de sorte. Aos 26 do 2º tempo numa cobrança de escanteio Dedé  desviou de cabeça sem chance para Jéfferson. Era o gol que definiria a vitória Celeste. O Cruzeiro pelo que fez mereceu a vitória e poderia ter feito pelo menos mais um já que teve boas chances na etapa complementar.

Destaques
Além do gol Dedé vem mostrando que esta em ótima forma. Léo a seu lado tem dado segurança. Fábio nem precisa falar, é o nº 1 do Brasil. Nas laterais tanto Egídio quando Lucas Romero vem dando conta do recado. Lucas tem inclusive produzido bem mais que antes na parte ofensiva. No meio como temos visto Lucas Silva vem se destacando. É outro jogador. Hoje Thiago Neves não foi tão brilhante, mas ajudou muito o time. Rafinha mais uma vez foi muito bem. Sassá não teve sorte hoje mas continua se movimentando muito e abrindo espaço para infiltração dos volantes e meias. Arrascaeta jogou bem, mas, ainda esta aquém do que pode oferecer. Hoje Robinho ficou no banco, entrou no fim, isso ainda não deve mudar. Só falta agora o Mano treinar melhor as jogadas de escanteio. Felizmente hoje fizemos um gol de escanteio mas tivemos inúmeros neste jogo mesmo, todos desperdiçados.


FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 BOTAFOGO
Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Data: 6 de maio de 2018, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo (SP) e Daniel Luis Marques (SP)
Gols: Dedé, aos 26 minutos do segundo tempo (Cruzeiro)
Cartões: Rodrigo Lindoso, Gilson (Botafogo)
CRUZEIRO: Fábio, Lucas Romero, Dedé, Léo e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Thiago Neves (Robinho), Rafinha (Bruno Silva) e Arrascaeta; Sassá (Raniel).
Técnico: Mano Menezes
BOTAFOGO: Jéfferson, Marcinho, Joel Carli, Igor Rabello e Gilson; Rodrigo Lindoso (Kieza), Matheus Fernandes, Renatinho e Leo Valencia (João Pedro); Rodrigo Pimpão (Luiz Fernando) e Brenner
Técnico: Alberto Valentim
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Vão pra lá, venham pra cá, naveguem pois:

Você no mapa:


Visitor Map